Estado Islâmico suas conquistas e objetivos

Leave a Comment
Jihadistas do Estado Islâmico exibem suas armas e bandeiras do grupo em comboio em uma estrada de Raqqa, na Síria, em maio de 2015  (Foto: Militant website via AP)
Jihadistas do Estado Islâmico exibem suas armas e bandeiras do grupo em comboio em uma estrada de Raqqa, na Síria, em maio de 2015 (Foto: Militant website via AP)
Já virou quase uma rotina ver nos jornais notícias de um grupo de comete coisas assustadora, e o pior, em nome de Alá (Deus), se auto intitula EI (Estado Islâmico). O objetivo é invadir
territórios e instalar a Sharia (lei islâmica). Quer quem for que seja discordar dele ou de sua ideologia ou religião, é morto sem qualquer tipo de defesa. Um exemplo disso é o caso do jornalista americano James Foley, que foi sequestrado por quase dois anos e morto por um dos homens do grupo. As ultimam palavras de James foi dita para o governo americano, dizendo que ele seria morto por causa do governo dos Estados Unidos. James teve a cabeça cortada pelo homem do grupo, que estava com a cabeça coberta, o homem com uma faca arrancou a cabeça de James.

E a cena foi toda filmada pelo grupo e, postada nas redes sociais para o mundo inteiro assistir.
O Estado Islâmico foi um grupo terrorista que inovou, ele usa as redes sociais para mostrar para todos suas atrocidades.

O Estado Islâmico é um grupo terrorista rico e a cada dia se expande. Até neste, momento ele ocupa um território do tamanho da Bélgica, situado entre o Iraque e Síria, e também tem um exército de 30 mil homens. O líder do grupo é um homem chamado de Abu Bakr Al Bagdadi e mais dois vices e alguns conselheiros que auxiliam em questões de religião e políticas.

Abu Bakr Al-Baghdadi, autodenominado califa do Estado Islâmico, aparece em vídeo publicado pelos jihadistas (Foto: AFP/Al Furqan Media)
Um dos discursos de Abu Bakr Al Bagdadi: Deus ordenou-nos que combatêssemos os seus inimigos e fizéssemos a Guerra Santa, para fazermos reinar a religião {islâmica}, e instauramos a charia {Lei Islâmica}.


O Estado Islâmico, já roubou material americano deixado no Iraque como: Carros blindados, mísseis, e três carças.


Em abril, o jornal "The Guardian" noticiou que al-Bagdadi ficou gravemente ferido após um ataque aéreo no Iraque realizado pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, mas o próprio EI ainda não divulgou nada a respeito.

A pergunta que fica é, quem vai perder e ganhar com essa guerra?
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.